A MARCA

Nos dias da Mercantina o sobressalto é permanente porque as janelas, escancaradas para a Praça de Alvalade ou para uma das mais emblemáticas artérias de Lisboa, a Rua da Misericórdia, rasgam o dia, anunciam a noite e alegram a vida.

Na Mercantina temos o frenesi do povo em Milão, a alma de manjericão, cor de tomate napolitano. Damos largas à imaginação e viajamos pelos sorrisos do mar siciliano. Temos o requinte do campo, o afecto da lenha e a doce vaidade. Juntamos à mesma mesa, amigos, conhecidos, companheiros de uma vida, com um custo doce e justo que só assim se conquistam.

Na Mercantina a cozinha é mimada, ecológica e sem risco. É pura, rara, atrevida, com testemunhos do bairro que ecoam pela cidade e que levam, em ventos e nuvens claras, o leve e rodopiante sabor da massa italiana. Estaladiça, crocante, al dente – para todos os gostos.

Os fundadores

José Bartolomé
Duarte

Professor universitário, empresário, empreendedor, idealista e fazedor. Sempre teve a certeza de que, um dia, chegaria o momento de se sentar à mesma mesa com António de Sousa Duarte e Paulo Antunes, amigos de longa data, e criar um conceito muito especial.

Depois da agência de comunicação ADBD Communicare, em 2000, e do sucesso do restaurante POPULI, inaugurado em 2012, no Terreiro do Paço, em 2014, nasce o primeiro restaurante Mercantina, em Alvalade. Em 2015, nasce a Mercantina Chiado.

António de Sousa
Duarte

Foi jornalista e docente. Desde há quinze anos é empresário da comunicação. Estudou Direito e doutorou-se em Ciência Política. Foi director de Comunicação do Sporting Clube de Portugal e é autor de livros e documentários televisivos.

Há quatro anos, de novo ao lado de José Bartolomé Duarte, atirou-se ao mundo da hotelaria e turismo – surgiram o Populi e a Mercantina.
E o que mais vier…

Paulo
Antunes

Empresário e empreendedor de 53 anos, tinha apenas 18 quando rumou à África do Sul para se fixar em Joanesburgo e Pretória, corriam os anos de 1980-1985.

Depois de ter ingressado na Sun City, rede de casinos e espaços de restauração e lazer, regressou a Portugal onde criou uma importante unidade de restauração e turismo no Sintra Business Park. Esteve também ligado à criação e desenvolvimento de empresas de produção e comercialização no sector das embalagens.

O Chef

Giorgio Damasio

Giorgio Damasio nasceu em Génova, está em Lisboa desde 2000 e é licenciado em ciência política. Desde muito cedo decide trocar a carreira académica para abraçar a paixão pela cozinha, herdada da mãe e da avó. Depois de passar por restaurantes como o Reid’s, Lapa Palace, Cipriani e D’Oliva, em 2014, fica responsável pela cozinha da Mercantina, vindo mais tarde a chefiar também a cozinha do Populi (restaurantes do mesmo grupo empresarial).

Actualmente trabalha como chef consultor dos restaurantes Mercantina Chiado, Mercantina Alvalade e Populi.

O Chef Pizzaiollo

Diogo Coimbra

Desde sempre Diogo Coimbra manifestou o seu gosto pela cozinha. Foi no POPULI, no Terreiro do Paço, que começou verdadeiramente a materializar essa paixão.
Com a abertura da Mercantina foi convidado a assumir o desafio da pizzaria. Rumou então ao Porto onde teve formação com o Mestre Napolitano António Mezzero. No decorrer da formação teve oportunidade de adquirir e desenvolver skills próprias, sendo que regularmente investe na sua formação privando com Mestres napolitanos nas suas viagens a Nápoles.

Hoje, Chef Pizzaiolo da marca Mercantina, está dedicado a 100% à expansão da marca.